Páginas

Guest Post: Especial Miss Universe 2 - Por Thiago Corrêa

E aí, produzidas e produzidos? Como estão? Espero que todos bem e descansados, diferente das meninas que estão confinadas em Miami há quase três semanas atrás do título de “mulher mais bonita do Universo” – que na verdadenada mais é do que a relações públicas da MUO. Mas que não gosta de uma boa competição? Ainda mais com oitenta e oito competidoras. Difícil, hein? (sinceramente, esse número é reduzido para umas vinte e cinco, mas ok.)

O vestido da Melissa foi esse longo vermelho e percebemos que ela está na linha de frente da foto grupal. Outro ponto interessante desse dia foi o fato de várias misses optarem pela cor vermelha.



Contudo, como eu disse, o concurso começou a todo o vapor, mas foi dando uma brecada. Com essa da edição de 2014 não acontecer e a demora da OMU em definir a sede, o concurso que irá suceder a elegantíssima Gabriela Isler,esse ano me parece um pouco pobrinho e achei a programação arrastada. A parada das nações é algo pra se esquecer. 




As entrevistas pessoais e fotos do Glamshot das candidatas foram divulgados a poucos dias então, algumas meninas já vem despontando como favoritas e embora ainda “falta muita água para rolar”, tenho algumas favoritas, mas isso é pessoal e pode mudar completamente no texto sobre assemis, que acontecem na quarta-feira, próxima.

Thiago, o que é glamshot? É um ensaio que as meninas fazem durante a competição e é assinado pelo famoso fotógrafo Fadil Berisha. O que eu mais gostei? É o da francesa. O tema foi golf e essa imagem pra mim não passa nada de errado, quando tinha tudo para não funcionar.




Depois das preliminares eu faço um top 25. É só acompanhar!

Pessoal, Concurso de miss geralmente é igual. Difícil emum grupo com oitenta e oito mulheres, no qual tudo corra bem e em um clima, digamos, “amigável”, sejam amigas para sempreParece-me que já aconteceram alguns conflitos, e pasmem, com uma candidata “super” cotada para o título aqui da América do Sul com sua companheira de quarto e que, desde então, o convívio entre as duas dentro do quarto tem sido bastante complicado (o que ouvi é que nem se falam).



Enfim, não estou aqui para isso e também não é a ideia da cobertura aqui no Produzidas. Estou para falar das candidatas, das produções, da programação e alguma coisa que convenha dizer sobre as edições anteriores e de algo que tenha alguma relevância para a gente, como o Saab da russa e o Murad da francesa. Na verdade, a apresentação da russa foi um dos ápices.

Na quinta-feira da primeira semana aconteceu um jantar cuja intenção era integrar as candidatas e apresenta-las à organização. Quem chamou a atenção (como sempre chamam desde sei lá quando) foi a conterrânea da Isler,Migbelles Castellanos, que vem se destacando não só por sua personalidade, como diria um bom venezuelano “arroladora”, mas pelo pesinho extra que parece ter ganho desde o concurso em que foi eleita em outubro de dois mil e treze (muito tempo, não é?). Mas eu sou fã confesso, e aí está a Mig (apelidos carinhosos) junto com a Mel, que usou esse modelo yellow bus. 

Muita gente gostou, muita gente não. Eu, particularmente, gosto muito de amarelo, mas não sei se usar esse modelo mais estruturado afavoreceu, realmente.



Agora eu vou chamar atenção para Valentina Ferrer, candidata da Argentina. A mulher tem se mostrado espetacular, tanto em projeção, como no guarda-roupa.Além de já ser modelo de dois dos patrocinadores, o que não quer dizer nada, Valentina tem um rosto bastante bonito e um corpo espetacular. Há algum tempo a Argentina não se classifica. Na minha opinião, sua escolha foi acertada. Muito acertada. Agora basta saber se é o que a OMU busca em sua nova representante.




Aconteceu um encontro com as misses e com o pintor brasileiro Romero Brito.





Um desfile de biquíni para a Yamamay e um evento que é uma espécie de leilão beneficente, no qual cada candidata levou um presente que representasse a cultura de seu país. É importante lembrar que com os atentados terroristas que aconteceram na França, houve uma comoção por grande parte das candidatas, onde vestiram preto em um jantar. Eu entendo isso, mas também vejo aquelas que usam isso como auto-promoção, que não é o caso de Camille Cerf, a bela representante francesa (já falei dela aqui antes).




Cerf também fez sua manifestação pessoal.



Um concurso como o Miss Universe pode ser uma caixa de surpresas. Na verdade, Donald Trump, dono da franquia, já elege seis candidatas de acordo com seusintere$es, outras nove são selecionadas nas semanas que antecedem o concurso e na PC, e uma “é eleita por votação popular”, via internet.

Dando agora um pouco de atenção a nossa representante, Melissa Gurgel, direi. Não é fácil acertar todos os (looks), mas adoro os maxi brincos que ela vem usando e que tão bem em alta por aqui. Não acho que acerte sempre, e não está nem no meu top 5 pra ser sincero, contudo a menina vem se destacando. É charmosa, carismática e muito simpática. Isso, não há como negar. 




Sabemos também que a Melissa não é das mais altas no concurso, e que o corpo do Karina Ramos é meio diferente, tronco alongado, pernas curtas. Mas nessa foto saem mais finas do que as da Melissa. Foram que nossa representante parece estar bem turbinada. Ou seria cheinha? Ângulo? Não sei dizer, tem que analisar oPreliminary Competition na quarta.



E vocês, o que tem achado da participação e dos looks escolhidos por nossa Miss Brasil? Um beijo, e até daqui a pouco, depois das preliminares! XoXo!

2 comentários

  1. A nossa representante é bonita sim, simpática, mas depois que a Natalia Guimaraes ficou em 2º lugar em 2007 eu não acredito mais nesses resultados. Até vc mesmo Ju, que ficou em 2º aqui no ES. Sinceramente, acho que é tudo comprado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei lindonaaaa!! Também acho ela bonita e simpática!!! ^^
      É dificil entender mesmo.. eu nuncaaa entendo rs
      Obrigada pelo carinho princessssss s2

      Excluir

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger